Responsabilidade

Bancos querem emprestar, mas ninguém quer, então dinheiro não tem valor.

Porque o juros é alto e as coisas são caras. Então volte para as hortas e costure. Os bancos tem um plano recolher mais dinheiro para o capital pessoal valer. Ai as pessoas implorarão. Bancos falidos querem dinheiro e capital é nacional. Dinheiro é trabalho, mas pagam pouco então não cosuma e os bancos volta a emprestar, no valor real, percebem a força do aumento dos produtos. Se você não precisa a empresa não vende, não pede capital. Então não paga dividas. Se tiver dividas perde para o banco porque nunca teve capital então se gastou o próprio dinheiro perde tudo. Por isto os preços aumentam quando aumenta o salário geral. Por isto é difícil o governo dar aumentos. Então o governo pode baixar alguns preço luz, água e reduzir insenção a produtos que aumentaram, nas várias camadas. Se depende de importação é hora de nacionalizar. Ou uma bola de neve surge.

Animais são igual crianças não se compra

01/11/201218h19

Mais de cem animais são abandonados por dia no Reino Unido devido à crise financeira

Do UOL, em São Paulo

  • Reprodução/Daily MailGatos aguardam adoção nas instalações da RSPCA, organização de caridade aos animais no Reino UnidoGatos aguardam adoção nas instalações da RSPCA, organização de caridade aos animais no Reino Unido

Embora os efeitos da crise financeira no Reino Unido tenham diminuído, a recessão não terminou para os animais de estimação. De acordo com a organização de caridade RSPCA, 40 mil animais foram abandonados em 2011, contra 25 mil em 2007. Um aumento de 65%. Neste ano, mais de cem animais são abandonados por dia, informa o jornal britânico “Daily Mail”.

A empresa, que responde a 25 mil ligações por semana, também está tendo mais dificuldade para encontrar um novo lar aos bichinhos. Os custos da organização subiram de 111 milhões de libras (R$ 363 milhões) para 120 milhões de libras (R$ 393 milhões) entre 2007 e 2012.

“A recessão pode ter acabado, mas estes são tempos sombrios para vítimas silenciosas, os animais”, afirmou Gavin Grant, diretor da RSPCA.

“Eles nunca precisaram tanto da nossa ajuda. Prevenir os maus tratos e ajudar os animais necessitados é prioridade absoluta da RSPCA, mas o número de animais abusados e abandonados está crescendo”, continuou.

Nos primeiros nove meses deste ano, houve 1.176 casos de maus tratos que chegaram à RSPCA, contra 1.108 casos no mesmo período de 2011.

Enquanto o número de animais carentes sobe, os gastos da organização, cujo orçamento depende totalmente de doações, já ultrapassaram as previsões para 2012. “Temos mais pessoas para investigar e processar por maus tratos do que nunca”, declarou Grant.

A RSPCA prevê que mais 6.000 cachorros e gatos sejam abandonados até o fim deste ano, com um custo de cerca de 5 milhões de libras (R$ 16 milhões).

Além disso, neste ano a entidade conseguiu encontrar um novo lar para 12 mil cachorros e 29 mil gatos, contra 16 mil e 36 mil em 2009. A média de permanência para cachorros na RSPCA é de 59 dias em 2012, cinco a mais do que ano passado.

“Esta é uma crise real e, apesar da imensa dedicação de nossos funcionários e voluntários, estamos lutando para superar. Nós realmente precisamos que os apaixonados por animais deem um passo à frente e abram seus corações, casa e bolsos nestes tempos de extrema dificuldade”, ressaltou.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s