Estudantes da rede pública estão aprendendo mais português e matemática

01/07/2010 – 17h13
Estudantes da rede pública estão aprendendo mais português e matemática

Em São Paulo – Karina Yamamoto

As notas dos alunos da educação básica melhoraram tanto em português quanto em matemática, segundo dados liberados pelo MEC (Ministério da Educação) nesta quinta (1). As etapas avaliadas são os anos iniciais (1ª a 4ª séries), os anos finais (5ª a 8ª séries) e o ensino médio (antigo colegial). Os alunos são avaliados pelo Saeb (Sistema de Avaliação da Educação Básica) e pela Prova Brasil.

Nos anos iniciais, o desempenho em português foi de 184,3 (em 2007, foi de 175,8). Os alunos dos anos finais do ensino fundamental obtiveram 244 e os estudantes do ensino médio alcançaram 268,8. A escala Saeb/Prova Brasil vai de 0 a 500.

Segundo Reynaldo Fernandes, ex-presidente do Inep (autarquia do MEC responsável pelo Saeb e Prova Brasil), o avanço na proficiência em português entre 2005 e 2009 significa um “ano” a mais de conhecimento para o estudante. “Um aluno da 4ª série [avaliado em 2009] sabe o que os seus colegas quatro anos mais velhos sabiam na 5ª série”, explica Fernandes que retomou suas aulas na USP (Universidade de São Paulo) após deixar o cargo no Inep.

Fernandes explica o cálculo: a diferença entre a nota de 2009 (184,3) e a nota de 2005 (172,3) é de 12 pontos. “Um aluno cresce entre 12 e 15 pontos por ano entre a 4ª e a 8ª séries”, explicou Reynaldo.

Os anos finais do ensino fundamental também melhoraram o desempenho em português — obtiveram 244 em 2009 contra 234,6 em 2007. Se for feita a mesma comparação de Fernandes para a primeira etapa do ensino fundamental, a diferença entre a nota de 2009 e 2005 (231,9) foi de 12, 1 pontos.

Fernandes considera o período entre 2005 e 2009 porque foi o período de implantação de uma série de medidas por parte do MEC para melhorar a situação da educação brasileira que se encontrava em uma “recessão” , como define o ministro Fernando Haddad no período que define a situação do país ate 2005. A série de ações a que ele se refere é o PDE (Plano de Desenvolvimento da Educação).

Mesmo no ensino médio — etapa mais frágil quando os índices foram divulgados — a proficiência em português melhorou. Em 2009, o desempenho na série histórica Saeb/Prova Brasil foi de 268,8 contra 261,4. A diferença entre 2009 e 2005 (257,6) fica em 11,2 pontos.

Questionado se o aprendizado dos estudantes estava “adequado” à série, Fernandes explicou que a metodologia não faz esse tipo de avaliação. “O que temos é a meta [do Ideb final] com base nas metas da OCDE (Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico)”, disse Fernandes.

Matemática no Saeb/Prova Brasil

Em matemática, o desempenho dos alunos também foi melhor que da última avaliação, feita em 2007. Nos anos iniciais do ensino fundamental, a “nota” dos estudantes foi 204,3 — em 2007 havia sido 193,5. Na comparação com o ano de 2005, os alunos avaliados no ano passado estão quase dois anos a frente. A diferença entre as notas é de 21,9 pontos. Ou seja, “em matemática, os estudantes da 4ª série sabem o que os seus colegas quatro anos mais velhos sabiam quando estavam na 6ª série”, disse Reynaldo.

Já nos anos finais do ensino fundamental, a melhora em matemática foi suave — o desempenho foi de 248,7 contra 247,4 em 2007. Na comparação com 2005, a situação parece mais animadora, pois o índice naquele ano foi de 239,5.

Para o ensino médio, a melhora do ano passado para este ano foi de 1,8. Em 2009, a nota ficou em 274,7 contra 272 em 2007 e 271,3 em 2005. “Dado o histórico desses alunos, o ensino médio está bem”, avalia Fernandes. Segundo, a turma que está atualmente nessa etapa de ensino foi muito mal avaliada quando estava nos anos iniciais. Seguindo o mesmo raciocínio, a tendência é que as “notas” do ensino médio melhorem uma vez que o ensino fundamental tem sido “bem avaliado”.
Ideb 2009

O desempenho dos alunos no Saeb/Prova Brasil, em conjunto com a taxa de aprovação, compõe o Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica), que foi divulgado pelo MEC (Minitério da Educação) na tarde desta quinta (1). De modo geral, os três níveis avaliados alcançaram as metas estabelecidas.

A primeira etapa do ensino fundamental (1ª à 4ª série) ficou com nota média de 4,6. A segunda etapa (5ª a 8ª série), ficou com 4,0; o ensino médio, por sua vez, teve média 3,6. As médias, apesar de “vermelhas”, estão acima das metas traçadas pelo governo para o ano de 2009, que eram de 4,2, 3,7 e 3,5, respectivamente. A nota é medida numa escala que vai de 0 a 10.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s